O livro Quando nasce uma Mãe

By on 30 novembro, 2016

lancamento-1

 

Esse livro já estava “pronto” em algum lugar, apenas precisava que eu estivesse preparada para escrevê-lo. Hoje, sou capaz de entender o porquê ele teve que me esperar.

Quando me tornei mãe, não diferente a muitas de vocês, me via sempre dentro da mãe que tinha que estar feliz e agradecida. Via-me sempre afirmando o discurso “é difícil, mas é maravilhoso!”.  Era mais ou menos um tipo de negociação, ao mesmo tempo que eu me “condenava”, logo depois me “absolvia” e o sentimento de culpa ficava mais solto dentro de mim.

E anos assim…

Não que hoje seja totalmente diferente (afinal somos mãe!! Rs), porém, hoje,  não quero mais ter que negociar com as minhas emoções. Uma não é consequência da outra, nem  mais bonita nem mais feia, nem mais digna, nem mais anarquista. Deixei de negligenciar o que sinto como Mãe. A mãe que sou tem nome próprio, tem sentimento próprio, tem uma história única.

Comecei a me respeitar mais como ser humano quando resolvi  chamar pelo nome correto todas as emoções que eu sentía e sinto como mãe. Passei a ressignificar a imagen da “mãe ideal” dentro de mim.

Definitivamente a “super” mãe, nunca serei, não consigo ser, não posso ser.

Foi a partir daí que o livro se concretizou. Simplesmente, quando eu passei a acolher a mãe que consigo ser para a minha filha.

O livro é autobiográfico porém “escrito” através de uma voz coletiva. Participaram 37 mães, voluntariamente, com seus filhos. As fotos foram feitas pela querida fotógrafa Malu Machado, minha grande companheira nesse projeto.

Esse livro não é apenas nosso, mas sim de muitas.

Te convido a celebrar conosco no dia 17 o lançamento do livro, no Soul Planet, às 17:00, em Juiz de Fora.

Posted in: Sin categoría

Comments

Be the first to comment.

Leave a Reply


You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*